Empresa de Reforma 

Blog

Solicite um orçamento

Serviços

Projeto de arquitetura 

Reforma (Acompanhamento e gerenciamento)

Decoração

Cases de Sucesso 

 Suvinil (Tintas Lousa e Cor)

Azulejos coloridos (UOL)

Logo Zark

contato@zarkstudiolab.com.br

Arquiteta: Michele Andrade

Agrupar 341.png
Agrupar 343.png
Agrupar 337.png
Agrupar 339.png

Nove de Julho, 4939 - sala 141, Bloco A - Itaim Bibi, São Paulo- Archademy

(11) 4105-6138                 (11) 96643-3663

  • Michele Andrade

DÚVIDAS DE OBRAS

7 perguntas mais frequentes que recebemos sobre dúvidas de obra e hoje vamos comentar sobre elas.






QUAL É O MELHOR TIPO DE PEDRA PARA BANCADA DE COZINHA?


Existem diversas opções no mercado, como o granito, quartzo, mármore, Limestone, Silestone e até mesmo o porcelanato e claro isso tudo variando os custos e qualidade, cada uma tem os seus pros e contras, mas isso varia também de gostos e orçamentos.

É bem comum de vermos o Granito sendo usado para bancadas, até por ser uma das opções mais barata entre elas, e também por ter uma boa resistência. O mármore já possui uma variação de cores e desenhos, digamos que um pouco mais homogêneo do que o granito, sendo ele um material mais poroso e propício as manchas, então tem que tomar um cuidado maior, por exemplo quando cai café, vinho ou outros produtos com um pigmento mais forte, tendo assim que limpar logo que cair algo. O Silestone, que na verdade é o nome da marca, é uma pedra artificial, tendo 95% de Quartzo e o restante composto de sílica, resinas e polímeros. Essa pedra possui diversas opções de cores, como vermelho, branco, amarelo, uns com aspectos mais naturais, com brilho, etc. Sendo ela uma pedra bem resistente também. Uma outra opção de bancada para cozinha é o porcelanato, sim é possível fazer, porém é uma mão de obra mais trabalhosa, por ele ser mais fino e o acabamento ser mais complexo. Mas o legal dela é que é possível fazer uma impressão HD na pedra o que imita um mármore real, só que mais resistente


BANHEIRO COM CUBA ESCULPIDA SÃO ESCOLHAS CERTAS E PRÁTICAS OU CUBA DE LOUÇA É MAIS RECOMENDÁVEL?


Isso é um assunto que varia de acordo com cada pessoa, gostos, e também a praticidade do seu dia a dia. A cuba esculpida normalmente tem a sua válvula oculta, o que deixa visualmente mais bonito e discreto pra o escoamento da água, porém há uma necessidade de manutenção, limpeza mais constante. As esculpidas também podem ser feitas de diversos modelos, cores. Já as cubas de louças que hoje existem várias formas no mercado, possui mais praticidade maior. Não é uma regra, mas uma sugestão é fazer cuba esculpida em lavabos, onde não tenha tanta atividade do cotidiano.


FALANDO MAIS SOBRE CUBA ESCULPIDA, É POSSIVEL USAR EM COZINHAS?


É possível sim, em sua grande maioria são feitas de granito, mármore, Silestone, porcelanato, entre outas pedras. E cada material apresenta a suas vantagens e desvantagens. Começando a falar das vantagens é o ralo oculto, onde ocorre o escoamento da água, são esteticamente mais bonitas, as possibilidades de modelos e cores são de grandes variedades. As desvantagens, começa pela sua mão de obra, tendo que ser mais qualificada e especializada para realizar esse tipo de trabalho, uma outra seria a limpeza, por ser um ralo escondido, há uma certa necessidade de limpar com mais frequência para não criar limo, evitar o acumulo de sujeiras nas frestinhas.


É PRECISO COLOCAR REVESTIMENTO ATRÁS DA MARCENARIA EM ÁREAS MOLHADAS COMO NA COZINHA, LAVANDERIA E BANHEIRO?


É sim importante revestir a parede que fica atrás da marcenaria, até porque muitas vezes esses armários não possuem fundos, então quando abre as portas ficam aparentes.


COMO QUE É CALCULADO QUANTIDADE NECESSÁRIA DE REVESTIMENTO?


Na verdade, calcular a quantidade de revestimento é mais simples do que parece. Bom vamos começar pelo piso, pegamos a largura e comprimento do ambiente, depois multiplicamos um pelo outro, assim descobrimos a área. Feito isso é necessário acrescentar um 10% desse valor de perda, recortes e quebras. Agora para descobrir a quantidade de caixas que será necessário, deve-se calcular a área das peças também, e dividir pela área descoberta acima. Como nunca dá um numero inteiro no resultado, arredondamos para cima.


Segue um exemplo:


Um banheiro tem o comprimento de 3,45m e a largura de 2,80m


3,45m x 2,80m = 9,66m² - isso seria a área do piso


9,66m² + 10% de perda = 10,63m² - área do piso mais sobra


Se na caixa vem 1,80m² de piso devemos dividir esse número


10,63m²/1,80m² = 5,91m² – arredondando para cima, daria 6 caixas de piso


Calcular a quantidade de revestimento para banheiro é um pouco diferente, basta multiplicar a altura da parede e a largura dela.


É POSSÍVEL TROCAR O PONTO DO VASO SANITÁRIO PARA O OUTRO LUGAR DO BANHEIRO?


Sim, é possível, mas existem alguns critérios antes de alterar o local, é preciso analisar antes da execução. Primeiramente tem que ser contratado alguém especializado, pois vai haver uma alteração no projeto de hidráulica e caso for em apartamento, tem que pedir autorização com o vizinho debaixo, pois o encanamento do seu apartamento fica localizado no forro do andar debaixo, mas se for casa, o procedimento é mais fácil.


COMO SABER ONDE TEM PILAR NA HORA DE FAZER REFORMA?


Essa é uma grande questão, muitas vezes dá para olhar pela planta do edifício, mas caso não tenha, é feito uma pequena raspagem, assim verificando se há um pilar no local ou não. Normalmente eles ficam nos cantos, principalmente onde se encontra uma viga.

1 visualização